ÀS SEGUNDAS DICAS DE PRIMEIRA

Às segundas dicas de primeira - 5 dicas de crescimento para micro e pequenas empresas

Publicado por PONTO25 em 21/10/2019
Às segundas dicas de primeira - 5 dicas de crescimento para micro e pequenas empresas

Em primeiro lugar, é preciso ter consciência que fazer uma empresa crescer leva o seu tempo, sendo necessário manter a calma e ter paciência. 

Em segundo lugar, uma boa sugestão é tirar lições de práticas aplicadas por outras empresas e aprender com suas histórias de crescimento – lembre-se sempre que, por melhores que sejam as práticas, na maioria das vezes há necessidade de as adaptar à sua realidade para que possam ser bem implantadas e aproveitadas.

Conheça algumas dicas que o podem ajudar no desenvolvimento do seu negócio:

1. Encontre o equilíbrio financeiro 
Estabeleça quais são as despesas e receitas e a partir daí faça os ajustes necessários. Defina objetivos estratégicos e um cronograma de pagamentos e recebimentos. Elabore um fluxo de caixa, a fim de utiliza-lo como base em todas as decisões envolvendo investimentos (ou compra de produtos).

Mantenha o equilíbrio entre os prazos de pagamentos e recebimentos, evite os desperdícios nos processos e fique atento à rotatividade de stock.  

2. Invista em Recursos Humanos
Não tenha medo de investir. Não utilize como critério de contratação o salário mais baixo que conseguir pagar, isso vai se refletir em baixa produtividade e falta de qualidade no trabalho.

Após a contratação, integre o colaborador na empresa e dê a formação necessária. O custo envolvido na contratação de novos colaboradores é maior do que a cedência de alguns benefícios.

3. Rentabilidade é uma meta, sempre
Para que a sua empresa possa crescer, é fundamental haver lucro. Por isso, tenha sempre o lucro como objetivo – otimizando procedimentos, definindo objetivos estratégicos, até mesmo confiando poderes/obrigações.

Avalie em que situações a sua empresa podem ter desperdícios – de tempo, de materiais ou mesmo das pessoas, tanto dos colaboradores, quanto dos clientes. A empresa tem que funcionar como uma máquina perfeitamente ajustada para que possa ser rentável – e, assim, continuar a crescer.

4. Não tema a concorrência
É importante que conheça a concorrência, saiba quem são e trabalhe para ser melhor do que eles. Não os imite. Equipamentos, procedimentos e produtos podem ser copiados, mas a qualidade e o talento das pessoas responsáveis não.

Acrescente valor ao seu trabalho, diferenciando-o de forma a que os clientes procurem a sua empresa em vez da concorrência. Diferencie-se.

5. Foco a satisfação do cliente
Procure atender o cliente da melhor forma possível: é ele quem vai proporcionar lucro, e um cliente satisfeito volta sempre – além de trazer outros. Procure conversar com os clientes, compreender os problemas e solicitações, e entender a perspetiva dele.

Essas conversas podem levar a mudanças ou inovações, de modo a alavancar ainda mais o seu negócio, facilitando o processo de conquistar novos clientes – e, consequentemente, aumentar os lucros futuros.

Aceder à fonte da notícia