ÀS SEGUNDAS DICAS DE PRIMEIRA

Às segundas dicas de primeira – Como evitar que os seus clientes o troquem pela concorrência

Publicado por PONTO25 em 08/07/2019
Às segundas dicas de primeira – Como evitar que os seus clientes o troquem pela concorrência

Ganhar a fidelidade de um cliente pode levar anos, mas basta um minuto para deitar tudo a perder. Porque a encomenda não chegou no dia combinado ou porque os investimentos não tiveram o retorno esperado, são várias as situações que podem motivar uma reação intempestiva do lado de lá do balcão ou do telefone. 

A tarefa é difícil e por vezes até frustrante, mas manter as expectativas dentro dos limites da realidade é a forma mais eficaz de assegurar a sua atual carteira de clientes e de conquistar novos negócios.

Conheça algumas dicas para evitar que os seus clientes o troquem pela concorrência:

1) Mais do que um vendedor, procure ser um parceiro de negócio;

2) Se o cliente “aprender” tudo o que envolve e condiciona o seu serviço, ficará mais ciente dos riscos. Por isso, é crucial fornecer uma perspetiva realista e evitar um discurso cheio de promessas;

3) Aposte num elo de confiança que ultrapasse o simples relacionamento entre o cliente e o vendedor;

4) Observar e ouvir são duas palavras-chave e a melhor forma de perceber qual o tipo de cliente que tem pela frente, para que possa adaptar as suas ofertas às necessidades dele;

5) Deixe bem claro desde o início qual o seu nível de disponibilidade (horas em que atende o telefone, número de reuniões por semana, etc.) e, a partir daí, procure nunca falhar dentro das fronteiras estabelecidas.

6) Mantenha o seu cliente atualizado sobre os prazos e discuta com ele a estratégia e os objetivos do negócio. Se possível apresente-lhe uma folha de trabalho onde todos estes elementos estejam esquematizados;

7) Existem cursos de formação em técnicas de vendas que fornecem ferramentas importantes na gestão do relacionamento com o cliente;

8) Mantenha uma agenda com o seu cliente onde anota os compromissos estabelecidos entre os dois (entregas, pagamentos, balanços, reuniões);

9) Fale sem reservas sobre o orçamento, é a melhor forma de iniciar o projeto em causa de forma realista tal como as etapas que se seguirão;

10) Assuma a resolução dos problemas diretamente e seja tão rápido a comunicar as boas como as más notícias;

A importância da comunicação

A comunicação é essencial em duas vertentes do contacto com os clientes – a captação e a fidelização –, por isso é fundamental perceber para que tipo de clientes estamos a falar, quais as suas necessidades e os seus desejos.
Estabeleça um bom canal de comunicação e evite sempre os intermediários.
Um discurso que se denote indiferença, ignorância e desconcentração pode ser fatal;
Quando o cliente assume uma postura de arrogância, a atitude certa passa por manter a seriedade, a calma e escutar.
Surpreenda com pequenos detalhes como tratar o cliente pelo nome ou perguntar se está satisfeito com o serviço;

Valorize a comunicação não-verbal, ela é muitas vezes responsável pela empatia que se cria ou não com o cliente. Ainda que por vezes não seja percetível, as barreiras à comunicação acontecem quase sempre pela forma como dizemos e não pelo conteúdo.