ÀS SEGUNDAS DICAS DE PRIMEIRA

Às segundas dicas de primeira – Dicas de gestão fiscal para pequenas empresas

Publicado por PONTO25 em 19/02/2018
Às segundas dicas de primeira – Dicas de gestão fiscal para pequenas empresas

Existe um ditado que pode ser usado para diversas situações na vida, inclusive para o universo empresarial: prevenir é melhor que remediar — e prevenção nada mais é do que planear.

Cuidar da gestão fiscal é essencial para reduzir riscos no seu futuro. Conheça algumas dicas de como fazer esse controlo e manter a sua empresa num bom caminho. Confira!

Conhecer a diferença entre empreendedor, microempresa e pequena empresa

Faz parte de um bom planeamento e de uma boa gestão fiscal entender onde a sua empresa está, e é comum os profissionais terem dúvidas em qual desses conceitos se enquadram: empreendedor, micro ou pequena empresa?

Microempresa
Microempresa, é uma empresa de pequena dimensão, que emprega menos de 10 trabalhadores e cujo volume de vendas não ultrapassa os 2 milhões de euros.

Pequena empresa
Empresa que emprega menos de 50 pessoas e com volume de negócios anual ou balanço total anual que não excede 10 milhões de euros.

Empreendedor 
É a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário. 

Conheça algumas dicas:

1 – Esqueça o Excel
Organizar a sua empresa através do excel já não é viável nos dias de hoje. Utilizar software de gestão certificados que cumprem todos os requisitos fiscais é imprescindível para um maior controlo, organização e redução de custos.

2 – Organize as suas faturas
Confira a autenticidade, armazene e crie categorias para cada uma delas (clientes, fornecedores etc.). Organize a aprovação para a emissão ou pagamento de uma fatura. E mais uma vez: automatize o processo.

3 – Inteire-se das obrigações fiscais 
O seu maior aliado pode ser um contabilista que está informado das obrigações fiscais que a sua empresa pode estar sujeita. Tente estar sempre a par dos impostos e das obrigações da sua empresa.