SOFTWARE

É viável mudar de software a meio do ano fiscal?

Publicado por PONTO25 em 23/04/2019
É viável mudar de software a meio do ano fiscal?

As mudanças são muitas vezes uma mais-valia para a empresa em termos estratégicos.  

Deve ter em conta os seguintes aspetos:

1. Condições contratuais
Como em qualquer mudança deve haver o cuidado de analisar vários aspetos, um deles são as condições contratuais, quais são os seus direitos e deveres como cliente. 

Nas soluções online da Ponto 25, terá acesso ao serviço de transferência de dados e configurações do software sem custos acrescidos. 

No entanto as vantagens não ficam por aqui, durante a vigência do contrato o acesso às assistências e atualizações não têm custos associados. 

2. Numeração de documentos 
Quando é feita a transição para uma nova solução deve ser feita a configuração de um novo número de série de numeração. 

3. Transferência de dados 
Um dos motivos que pode levar à desistência quanto à mudança de programa de faturação é o facto de pensar que tem de começar tudo de zero… Não tem que ser assim! 

Hoje em dia já há muitos programas que têm a possibilidade de importar os dados, pode solicitar esse serviço junto da empresa que lhe prestará o novo serviço.  

4. Conservação de dados 
Em termos fiscais deve conservar os seus dados até 10 anos, antes de trocar de aplicação deve exportar ou imprimir os documentos da anterior aplicação. 

Existe a possibilidade de importar o histórico de documentos para a atual aplicação, mas não a sua impressão.