GERAL

Guia prático das férias

Publicado por PONTO25 em 25/07/2019
Guia prático das férias

Depois de escolhido o destino de férias, pode recolher informação sobre o país que está a pensar visitar na Secretaria de Estado das Comunidades onde encontra muita informação a nível da segurança ou questões de saúde do destino. O website inclui ainda informações genéricas, como os números de emergência e os hospitais e clínicas principais dos vários países e a indicação da representação diplomática portuguesa a que se deve recorrer em caso de necessidade. Leve essa informação consigo.

Se vai viajar para algum destino mais exótico, convém marcar uma consulta de saúde do viajante, em que podem aconselhá-lo em relação a eventuais vacinas ou outros cuidados médicos, ao consumo de alimentos locais ou aos procedimentos que deve tomar em caso de doença, por exemplo.

Saiba que se a sua viajem de avião for muito longa é aconselhado que se levante e movimente para evitar problemas circulatórios. A Direção Geral de Saúde dá-lhe algumas dicas para prevenir alguns problemas em viagem.

Que documentos levar nas férias?
Para as viagens na União Europeia, Suíça, Islândia e Noruega só é preciso o bilhete de identidade ou o cartão do cidadão válidos. Se for para fora desses países, precisa de ter o passaporte atualizado. Leve consigo cópias de toda a sua documentação importante e deixe também cópias em casa com algum familiar ou amigo. 

Assim que chegar ao seu destino, guarde os bilhetes de viagem e os documentos originais em local seguro, levando consigo as cópias. Se perder algum documento, deve contactar o posto consular ou Embaixada de Portugal mais perto. Se viajar dentro da UE ou Suíça, deve pedir o Cartão Europeu de Seguro de Doença, que lhe permitirá ter cuidados clínicos onde se encontra em caso de necessidade.

Na hora de fazer as malas, se for de avião, consulte o Instituto Nacional de Aviação Civil para saber o que não pode levar consigo na bagagem. Se planeia conduzir, leve a sua carta de condução, que é válida nos Estados-membros da UE e nalguns países de língua oficial portuguesa. Informe-se antes de partir.

Se a sua viagem for para os Estados Unidos da América e já tiver passaporte eletrónico continua a não ser preciso visto de entrada, mas tem de preencher um questionário online pelo menos 72 horas antes da partida. Só depois pode ser autorizada a entrada no país, que é válida por dois anos.

Obrigatório levar documentos das crianças nas férias
Para sair do país, um menor tem de ter bilhete de identidade ou cartão do cidadão válido (uma vez que a cédula pessoal não é considerada um documento de identificação válido) e tem de levar um documento a autorizar a saída, assinado pelos pais e com as assinaturas reconhecidas notarialmente. Se for ou com o pai ou com a mãe precisa da autorização por escrito e também reconhecida do outro progenitor.